Valença: Canil da 33ª CIPM segue na semana da criança com a Cinoterapia na AMA

A 33ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que atua no Baixo Sul da Bahia, vem realizando um importante projeto chamado Cinoterapia, com as crianças autistas atendidas pela Associação de Pais e Amigos de Autistas (AMA), do município de Valença.

E, nesta semana onde se comemora o Dia das Crianças, o Grupamento de Operações com Cães da 33ª CIPM visitou mais uma vez a criançada e, pode celebrar os resultados positivos que vem surgindo ao longo de um ano do projeto. 

As oficinas de Cinoterapia utilizam o cão como co-terapeuta no tratamento dos alunos assistidos pela associação. O trabalho envolve também a participação dos professores, dos pais e dos policiais que interagem entre si durante as sessões.

O projeto foi desenvolvido pelo Canil Setorial da 33ª CIPM, em parceria com a pedagoga Liliam Noronha da AMA. A equipe multidisciplinar da associação utiliza o cão como facilitador na realização de atividades motoras sensoriais e de fala, auxiliando na execução de alguns exercícios e na interação do assistido com o cão.

 A terapia com cães foi introduzida como atividade regular na AMA, sendo realizada quinzenalmente. Os coadjuvantes dessas sessões são Halley e Cissa, cães terapeutas, que distribuem carinho e afeto aos alunos especiais. “É gratificante poder oferecer esse serviço para pessoas que, talvez, não tivessem acesso a tratamento como este. Realizamos atividades que estimulam o desenvolvimento psicomotor e a socialização com o cão. Incrível perceber que só o fato de Halley estar presente, já foi motivo de arrancar sorrisos da garotada. Este é o verdadeiro sentido do policiamento comunitário. Seguimos firmes com o nosso trabalho efetivo na região, nos dedicando da melhor forma possível para o cumprimento da nobre tarefa de oferecer segurança e ajudar pessoas”, ressaltou o comandante da 33ª CIPM, Tenente-Coronel Alexandre Costa de Souza.

 Por Baixo Sul em Alta – Fonte/fotos: Ascom 33ª CIPM/Vanessa Andrade