Gandu abrirá o Campeonato Baiano de Fanfarras AFAB 2019

O município de Gandu, na região Sul da Bahia, sediará, nos dias 14 e 15 de setembro, a abertura do Campeonato Baiano de Bandas e Fanfarras/AFAB 2019. Esse ano a organização do evento resolveu incluir a cultura local na programação do Concurso Intermunicipal de Fanfarras de Gandu (CONFANJUCA), convidando, além do movimento de fanfarras, quadrilhas juninas, grupos de reggae e teatro.

Dentre as manifestações que também vão abrilhantar a festa, no dia 14 de setembro, às 19h, na Praça Simões Filho, estão a Banda de Reggae Braa Roots, o Estúdio de Dança S&A, a Companhia de Teatro Personas, a Quadrilha Junina 2 Amores e os grupos de Dança NBD e Os Manos, entre outras apresentações.

Já no dia 15 de setembro, às 13 h, também na Praça Simões Filho, a festa será por conta das bandas e fanfarras, competidoras e participações especiais, como Nova Geração (Mata de São João), FANCEEB (Km 100/ Brejões), FAEIBI (Ibirapitanga), BAMUGI (Gongogi), BAMEN (Encarnação/ Salinas da Margarida), FAMPN (Piraí do Norte), Guerreiros da Bahia (Ilhéus), BAMAPG (Gandu), FAMATE (Ibicaraí), CEMUR (Uruçuca), BANMIT (Itororó) e a anfitriã FANJUCA (Gandu).

Toda a programação é gratuita e tem o patrocínio das empresas Eletrodisco Ganduense e Cooperativa Agrícola de Gandu (COOPAG), e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda. O evento também é apoiado pelo CETEP do Baixo Sul, sendo realizado pela FANJUCA com o apoio Institucional da AFAB/BA.

FAZCULTURA – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

Fonte: Secult