Bahia divulga atrativos do turismo religioso na ExpoCatólica

Vida e obra de irmã Dulce, freira baiana que será reconhecida como primeira santa brasileira, serão destaques na ExpoCatólica, feira especializada em turismo religioso e geração de negócios. O evento ocorre de 12 a 15 de julho, no Expo Center Norte, em São Paulo. O estande da Secretaria do Turismo da Bahia (Setur) receberá a imagem peregrina da beata Dulce dos Pobres e exibirá vídeos sobre a história de dedicação da religiosa à população carente. 

Os detalhes da participação da Bahia na ExpoCatólica foram discutidos nesta sexta-feira (28), em reunião do subsecretário estadual do Turismo, Benedito Braga, com representantes das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) e das igrejas do Senhor do Bonfim e de Nossa Senhora da Conceição da Praia – ambas são ícones do turismo religioso em Salvador e também levarão suas imagens peregrinas para a feira. 
Roteiros para visitantes em experiências de fé nos templos católicos de Salvador serão apresentados a agentes de viagem e público final, presentes na ExpoCatólica. Destinos do interior baiano, com forte tradição religiosa, serão divulgados, a exemplo de Bom Jesus da Lapa, Candeias e Monte Santo.
Canonização 
Desde o último dia 14 de maio, quando o Vaticano reconheceu o segundo milagre de Irmã Dulce, a visitação à sede das obras sociais fundadas pela freira, em Salvador, aumentou 220%. A religiosa foi beatificada em 2011. Agora, católicos aguardam a data da canonização.
Anexos ao hospital filantrópico, que realiza mais de 2 mil atendimentos diários, funcionam a Igreja da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, onde estão guardadas as relíquias da beata, o memorial, com objetos pessoais, além de lojinha e cafeteria, frequentados por baianos e turistas.
 
Fonte: Ascom/Setur